family

Amizade no Facebook

Publicado em 11/12/2017 por Jornal Valor Econômico

 

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio de Janeiro entendeu que o simples fato de adicionar pessoas no Facebook, por si só, não evidencia a existência de amizade íntima.

 

A decisão é da 3ª Turma, que acolheu a preliminar do recurso de um trabalhador. Ele alegou que a decisão de primeiro grau cerceou seu direito de defesa ao indeferir o depoimento de uma testemunha, que comprovaria os fatos narrados na inicial.

 

Com a decisão, o processo (nº 0011365-97.2015.5.01.0058) retornará à vara de trabalho para reabertura da instrução processual, com a oitiva da testemunha.

 

O trabalhador foi admitido em 2013, como assessor de relacionamento júnior, pela empresa IFP Promotora de Serviços de Consultoria e Cadastro. Alegando dispensa imotivada em 2015, ajuizou reclamação trabalhista com vários pedidos, entre os quais indenização por dano moral por ofensas praticadas pelo superior hierárquico.

 

Para comprovar o dano, o ex-empregado indicou uma testemunha. No entanto, o depoimento desta foi indeferido pelo juiz que proferiu sentença, argumentado que existiria uma relação de amizade entre a testemunha e o trabalhador em uma rede social (Facebook).

 

Fonte: http://www.valor.com.br/imprimir/noticia/5223331/legislacao/5223331/destaques

Voltar

Busca

Últimas Notícias

Out 03, 2018

post Inquilina tem direito à rescisão de aluguel sem multa por vícios de manutenção do imóvel
Ver mais...

Set 17, 2018

post STJ - Limite de permanência em cadastro negativo deve ser contado do vencimento da dívida
Ver mais...

Set 04, 2018

post O princípio da preservação da empresa no olhar do STJ
Ver mais...

Algum problema ou dúvida legal? Agende uma consulta!